Novo paradigma de sustentabilidade

qua, 21 dezembro , 2011

sustentabilidade_-_bem_estar_-_shutterstock_53600221Empresas atuam para o bem-estar de seus funcionários e população

 

O mundo vive hoje uma nova era, onde a felicidade e o bem-estar das pessoas estão em primeiro plano. Ser sustentável é pensar no que se faz e como isso impacta a vida da população.

O coordenador de comunicação do Instituto Akatu, Estanislau Maria Freitas Junior, diz que as pessoas estão começando a compreender a sustentabilidade não só na gestão de seu lixo, mas em todas as etapas de um processo de fabricação. “As empresas, como um todo, têm obrigação de fazer o bem para sua comunidade interna e também para o bairro, cidade, estado, país, mundo. É uma escolha obrigatória e não de aparência.”

Os colaboradores são os maiores propagandistas que as empresas podem ter. Se eles estiverem insatisfeitos serão os primeiros a denegrir a imagem da companhia; se estiverem felizes, a reação é a mesma: sairão falando bem de onde trabalham. Junior lembra ainda que o mesmo ocorre com os consumidores, já que gostam de saber que as empresas estão preocupadas e trabalhando para que os clientes internos e externos façam parte da movimentação sustentável.

“As empresas de contrabando atuam com o crime organizado e, no começo, obtêm lucros altos, mas por pouquíssimo tempo, já que a imagem fica prejudicada rapidamente e os consumidores se afastam”, comenta Junior. 

Tags: